Ototo

Thiago Bañares é o chef por trás de grandes sucessos da cozinha nipônica/oriental da cidade, como o Tantan, o Kotori, sem deixar de mencionar o bar de coquetéis The Liquor Store, presente nas listas de melhores do mundo. Retornando ao Taste, o chef inova mais uma vez, participando com a marca Ototo – desta vez, num formato de loja especializada em dumplings. Com a proposta de reproduzir o esquema e o astral de estabelecimentos do tipo no Japão, o chef vai mostrar novidades que não vão desapontar os aficionados em gyozas e afins.

Ristorantino

Detalhista e exigente na gastronomia e no serviço, Ricardo Trevisani é um dos grandes restaurateurs do país. À frente do Ristorantino, marca que ele criou há exatamente dez anos, Trevisani abriu várias casas, expandiu limites, mas sempre manteve o foco na cozinha italiana de qualidade. Depois de ter estreado no Taste 2022 com o Risto Street Food, ele agora retorna com o Ristorantino, participando dos três fins de semana, sempre destacando as receitas do jovem e talentoso chef Henrique Schoendorfer. Itens famosos do restaurante, como a lasanha, certamente estarão entre os pratos do evento.

Nosh

O estilo é pop e casual, o sabor é judaico, o pão pita é um ingrediente fundamental: assim é a proposta do Nosh, estreante no Taste. Com sede em Santa Cecilia, o restaurante explora receitas que vão do pastrame, mais associado à tradição europeia/americana, ao falafel – mais típico da tradição israelense. Sob a orientação dos sócios Alon Berlovich e Julia Friedman, o Nosh (que, em iídiche, significa comida) promete conquistar novos fãs apresentando no evento pratos descomplicados, divertidos, e plenos de sabor.

Migraflix

ONG com cada vez mais poder de atuar em áreas diferente, inclusive fora do Brasil, a Migraflix faz um papel essencial: capacita e cria oportunidades para que imigrantes e refugiados se insiram na sociedade e tenham boas conexões com o mercado. E um pilar essencial da ONG é a gastronomia, com um time multinacional de cozinheiras e cozinheiros de diversos países, trabalhando em eventos, jantares, ou como empreendedores na produção de comida. Participando do Taste com um restaurante pela terceira vez, a Migraflix trará neste ano um novo conceito: pratos que resgatam as tradições e receitas de avós de diferentes colônias estabelecidas em São Paulo.

Mapu

Representante do sabor de Taiwan na cidade, o Mapu nasceu como um food truck em 2017, expandiu seus horizontes, instalou-se na Vila Mariana e hoje mantém um restaurante vibrante, sempre muito bem visitado por cliente locais e de outras regiões. Quem comanda a operação são os chefs Caio Okota e Victor Valadão, sempre viajando para a Ásia e estudando sabores e técnicas taiwanesas. Em sua estreia no Taste, o restaurante, claro, vai mostrar ao público seus famosos baos (sanduiches com pão típico cozido no vapor), a receita-assinatura da casa. Mas vai surpreender também quem provar um de seus itens mais famosos: a berinjela empanada.

Casa Rios

Localizado no Tatuapé, longe do circuito Pinheiros-Itaim-Jardins, o Casa Rios vem conquistando clientela fiel e reconhecimento gastronômico desde sua reabertura em 2021 (embora a história tenha começado em 2016, quando o restaurante chamava apenas Rios). Comandada pelo chef Rodrigo Aguiar, a casa faz uma cozinha de produto, valorizando ingredientes nacionais, preparações tradicionais e trabalhando em especial com a grelha. Em seu terceiro ano no Taste, o chef vai mostrar todo seu talento e sua versatilidade – o que pode ser conferido na já famosa coxinha da casa (com frango assado na brasa) ou em pratos como o exclusivo arroz de camarão.

Carole Crema

A chef Carole Crema é bem conhecida pelos fãs do programa Que Seja Doce, no GNT, no qual avalia as criações dos confeiteiros competidores. Porém, muito antes de aparecer na TV por assinatura, Carole Crema já era uma consagrada cozinheira, confeiteira e professora de culinária em São Paulo. Com formação internacional, mas apaixonada pela doçaria tradicional, Carole tem um fábrica e um loja com o seu nome. E atrai aos Jardins uma legião de admiradores, em busca de especialidades como bolo de chocolate, Pavlova e outros – que, claro, fazem parte do seu cardápio no Taste. Carole servirá doces clássicos e novidades (para comer na hora ou levar).

Bráz Trattoria

A Bráz, uma das grandes grifes do país quando o tema é pizza, nasceu há 25 anos. Sempre inquieta, expandiu seu horizonte culinário na direção das massas e outras especialidades italianas com a criação da marca Bráz Trattoria, em 2014. Dedicada a clássicos e a versões modernizadas de vários pratos da cucina, a Bráz Trattoria, sob o comando do chef Marcelo Tanus, chega ao Parque Villa-Lobos brindando o público com suas pizzas mais clássicas (em versão brotinho), e outras novidades com sotaque italiano.

Animus

A chef Giovanna Grossi é jovem, mas já desenha um caminho de destaque na gastronomia nacional. Nascida em Jaú e criada em Maceió, teve sua formação na Europa e participou, como representante do Brasil, do prestigiado concurso internacional Bocuse D’Or. Em 2019, de volta a São Paulo, ela abriu o Animus, imprimindo um olhar autoral a pratos de múltiplas influências, com muita atenção à combinação de texturas e sabores – e servidos em porções pequenas, para compartilhar no meio da mesa. No Taste, ela mostra a delicadeza de sua cozinha em itens como o nhoque frito com pesto e bolinho de camarão.

Aizomê

O Aizomê nasceu em 2007 e, desde então, vem consolidando cada vez mais sua presença na cena gastronômica não apenas de SP, mas do Brasil. Telma Shiraishi, cozinheira estudiosa das tradições, mas sempre atualizada com o que acontece no Japão e no Brasil, é quem comanda a matriz do Aizomê, nos Jardins, e suas filiais da Japan House, na Avenida Paulista (um restaurante e um café). Além disso, ela é a chef da cozinha do consulado japonês em São Paulo. Graças a sua atuação na difusão de produtos e da cultura alimentar nipônica, recebeu do governo do Japão o título de embaixadora da cozinha japonesa. No Taste, como já tem feito há vários anos, ela vai apresentar pratos diversos e representativos – entre eles, râmen e especialidades da cozinha crua.

Banzeiro

Quem vem da região Norte ou conhece termos de navegação fluvial sabe que banzeiro é a ondulação típica das águas do rio. Foi este o nome escolhido pelo chef Felipe Schaedler para abrir seu restaurante em Manaus – que, desde 2019, tem filial em São Paulo. Especialista em receitas tradicionais do Amazonas, mas sempre de olho na cozinha brasileira contemporânea, Felipe estreia no Taste trazendo alguns clássicos de seu cardápio (inclusive peixes regionais grelhados), mas com espaço para instigar os visitantes com novidades.

Emiliano

Uma cozinha elaborada com ingredientes sazonais, de alta qualidade, e as técnicas mais delicadas para extrair sabores precisos, tudo num ambiente elegante e acolhedor. Esta é proposta do Emiliano, que faz sua primeira aparição no Taste buscando reproduzir as delicadezas de Viviane Gonçalves, a chef Vivi. Instalado num dos mais sofisticados hotéis da cidade, o restaurante quer arrebatar os visitantes do evento com pratos como a pupunha em fios e as lascas de paleta de cordeiro com cuscuz marroquino.

La Cura e Baixo

Ivan Santinho tem uma das melhores rotisserias da cidade, o La Cura. Cozinheiro tarimbado, grande realizador de eventos, ele sempre foi uma espécie de chef dos chefs – aquele que todos os profissionais respeitam pelo talento, pela qualidade de seus pratos. Ele estreia no Taste com uma grande novidade. Trata-se da extensão da marca La Cura, que se soma a um novo projeto, o Baixo, muito aguardado como um dos espaços gastronômicos mais promissores de 2024. No evento, Ivan promete pratos de perfil brasileiro, inclusive com aroma e sabor de fogão a lenha.

Los Dos

Recriar o clima da comida de rua no México, com tacos fresquinhos (feitos de tortillas preparadas à minuta) e em sintonia com os sabores contemporâneos. Esta é proposta do Los Dos Taqueria, mais um estreante no Taste. Fiel aos sabores mexicanos, mas sempre com espaço para receitas mais criativas, o pequeno restaurante localizado em Pinheiros se agiganta na hora de servir o público. Os sócios João Gertel e Caio Alciati e sua equipe vão apresentar no evento alguns de seus sucessos, como o taco al pastor, com a carne de porco preparada cuidadosamente no ‘trompo’ (onde ela é empilhada no espeto e fatiada bem fininho).

Chez Claude + Bar du Quartier + Bistrot du Quartier

Claude e Thomas Troisgros estão sempre em destaque na cena gastronômica do Rio de Janeiro e de São Paulo. Seu Chez Claude, no Itaim, mantém a trilha de sucesso. Atualmente sob o comando do chef Fábio Guimarães, a casa conquistou os paulistanos com os clássicos de Claude, que unem harmonicamente os sabores do Brasil e da França. Em seu terceiro ano no Taste, o Grupo Troisgros vai servir pratos icônicos não só do Chez Claude (como o peixe com banana), mas apresentar especialidades do Bistrot Du Quartier e o Bar Du Quartier.

Fasano

Sucesso no Taste desde a primeira edição, a famosa grife gastronômica de Gero Fasano está presente não apenas nas principais capitais brasileiras, mas no exterior: a casa brilha também em Nova York. Transitando entre a cozinha clássica italiana e pratos mais despojados (com marcas como a Trattoria e o Gero Panini), o Fasano já faz parte da história do Taste. Seu tiramisù, por exemplo, é um dos itens mais vendidos em todas as edições do evento (a sobremesa não faltará em 2024, é claro).

Neste ano, o restaurante liderado pelo chef toscano Luca Gozzani participa do evento nos dois primeiros fins de semana.

Komah

A cultura coreana tem ganhado cada vez mais espaço, mundialmente. E um dos pilares dessa expansão é a gastronomia. Em São Paulo, onde especialidades como kimchi e bibimbap tornam-se cada vez mais difundidas, o restaurante Komah vem assumindo a dianteira na divulgação de pratos de sabor instigante e apelo universal. O restaurante, fundado no bairro da Barra Funda, comandado pelo chef Daniel Park Lee, já entrou para história do Taste com receitas de grande sucesso. Neste ano, entre as novidades, a casa vai apresentar uma versão coreana do hot dog e sobremesas da nova Komah Bakery.

Abaru

Uma casa criativa, de alma brasileira, ocupando o Centro da cidade, no terraço do Shopping Light, na Praça Ramos: este é o Abaru, que destaca o talento de Onildo Rocha. Pesquisador dos ingredientes brasileiros, chef do Roccia, em João Pessoa, Onildo usa o Abaru como um laboratório: ele explora as possibilidades de um bar gastronômico, levando petisco e pratos casuais, de inspiração nordestina, a outros níveis de criatividade e execução. Participando pela segunda vez no Taste, o chef vai apresentar pratos deliciosos, explorando as duas vertentes, como o nhoque de vatapá com camarão e o ‘oxente dog’.

Bar do Mocotó

Rodrigo Oliveira e seu Mocotó atraem uma multidão de fãs à Vila Medeiros não apenas com seus pratos de raiz nordestina, sempre com toques modernos. Mas também com as bebidas: os drinques do Mocotó, mais e mais, vem ganhando a atenção especialmente daqueles que se interessam por uma coquetelaria de matriz genuinamente brasileira. Referência nas caipirinhas, o Bar do Mocotó tem expandido sua carta de bebidas em várias direções, entre clássicos e novidades autorais.

Guarita

Um dos mais prestigiados bares de São Paulo, sob o comando do chef Greigor Caisley e do bartender Jean Ponce, o Guarita faz sucesso na Vila Madalena desde 2016. Ponce, expert em bebidas com larga trajetória no mercado, prima pelo equilíbrio, tanto na execução de drinques clássicos como na criação de sugestões autorais – e sempre com um olhar muito atento à coquetelaria e aos produtos de raiz brasileira. No Taste pela segunda vez, o Guarita nunca desaponta quando o assunto é criar drinques que unem tradição e inovação – e arrebatem pelo sabor.

Astor

O Astor, com seu ar cosmopolita, se define como um bar boêmio. É uma boa descrição para uma casa que, desde 2001, atrai paulistanos e turistas em busca de seus pratos clássicos revisitados e, especialmente, sua coquetelaria, entre as melhores da cidade. De um tradicional negroni a inovações que, volta e meia, incorporam sabores bem brasileiros, o bar, sob a supervisão gastronômica do chef Marcelo Tanus, é um veterano do evento, participando de várias edições. Os visitantes podem esperar certamente por seus coquetéis executados com perícia e muito equilíbrio.

Caramelo

Confeiteiro, professor, investigador de técnicas: Pedro Frade é isso tudo e um pouco mais. Chef-pâtissier responsável pela Caramelo, com filiais em SP e no Rio, ele vai levar ao Taste delícias realizadas com técnica refinada e muito sabor. Mestre do entremet, especialidade de origem francesa com várias camadas e texturas, Pedro vai apresentar no evento diversas versões da sobremesa, além de uma novidade exclusiva para o Taste, a torta de baunilha e caramelo.

Da Quebrada

Produtos orgânicos sazonais, comprados de agricultores locais, e uma proposta altamente inclusiva, ressaltando o poder da gastronomia como ferramenta de transformação social. Este é o espírito do Da Quebrada, restaurante-escola criado por Edson Leite e Adélia Rodrigues, da Gastronomia Periférica, e comandado pelo chef Diego Santos. Quem trabalha no restaurante são os estudantes formados pelo projeto social e, no cardápio, o Da Quebrada destaca pratos para o almoço e sua versão do brunch, o chamado cafoço – e sempre defendendo o aproveitamento total de ingredientes e práticas sustentáveis. É a segunda participação do restaurante no Taste.

Mocotó

Aos 51 anos, o restaurante do chef Rodrigo Oliveira segue mantendo as tradições da cozinha nordestina, sempre na Vila Medeiros, zona norte, mas continua inovando no cardápio e abrindo espaço para iniciativas de alto impacto social, como a Quebrada Alimentada, com a produção de refeições para famílias carentes da região. Rodrigo Oliveira, que no ano passado abriu um novo Mocotó, na Vila Leopoldina, vem se confirmando com um dos grandes chefs do país, e autor do prato mais copiado do Brasil, o dadinho de tapioca – um campeão de vendas também no Taste, e já confirmado no cardápio deste ano.

Le Jazz

Sempre lotado e animado há quase 15 anos, o mais famoso bistrô de São Paulo nunca se desviou da proposta de recriar com fidelidade as receitas dos pequenos restaurantes parisienses, sempre com atenção ao sabor e à qualidade dos produtos. Participante do Taste desde a primeira edição, a grife comandada pelo chef Chico Ferreira neste ano surge em formato inovador: vai unir bar e restaurante num mesmo espaço. Assim, os visitantes vão poder provar os coquetéis do Petit e a comida do Le Jazz e da Le Jazz Boulangerie. Claro que, neste “boteco francês”, no entanto, não pode faltar o sanduiche de leitão, um dos pratos mais famosos da história do Taste.

NB Steak

Pontos precisos, cortes suculentos, qualidade a toda prova: este é NB Steak. Arri Coser e Gilson Belusso comandam o restaurante que revolucionou o rodízio de carnes, aproximando-o do conceito de menu-degustação. Coser é um dos grandes nomes da história do churrasco, não só no país, mas no mercado norte-americano. O NB foi fundado em Porto Alegre e chegou a São Paulo em 2013, já com as características que o consagraram: matéria-prima de alta qualidade, execução técnica sem erros, hospitalidade. Presentes no Taste desde 2016, o NB é destino certo para muitos visitantes do evento, sempre em busca da sedutora porchetta e do imbatível Steak NB. Em 2024, o matambrito será a grande novidade.

Riso.e.ria + Nelita + Mag Market

Não é exagero dizer que Tássia Magalhães, hoje, é uma das estrelas da gastronomia do Brasil. Cozinheira em constante evolução, ela é sócia de vários restaurantes e é a força criativa por trás de uma série de casas de diversos estilos. Tássia demonstra cada vez mais competência criativa no Nelita, seu restaurante autoral de inspiração italiana, além de se destacar com os pães e doces do Meg Market e os arrozes do riso.e.ria. No Taste, participando neste ano dos dois fins de semana, a chef também vai servir, para alegria dos fãs, seu famoso bolo de chocolate.

Trattorita Evvai

O chef Luiz Filipe Souza é conhecido por seu fervor criativo e por seus menus autorais servidos no premiado Evvai, sempre com influências italianas e apresentações esmeradas. Também já mostrou seu talento com as pizzas, no Evvita. Agora, o chef retorna ao Taste com um outro conceito, o Trattorita Evvai, instalado numa casa vizinha ao Evvai. A nova marca estreou no Taste no ano passado e mostra a faceta mais pop da cucina praticada por Luiz Filipe, retomando inclusive pratos que já foram sucesso, como o rondelle, e novidades, como as pizzas pensadas exclusivamente para o evento.

Preto

O chef Rodrigo Leite, nascido em Salvador, tem formação de advogado. Mas, apaixonado pela gastronomia, enveredou pela pesquisa da cozinha de seu estado natal, com um projeto claro: desvendar e homenagear os sabores da Bahia, mas sem repetir meramente a tradição. No Preto Cozinha, aberto no ano passado, ele conseguiu expressar no prato a essência de sua filosofia: reinterpretar memórias e ingredientes, dando uma nova roupagem a especialidades que evocam Salvador, mas que combinam perfeitamente com a urbanidade de São Paulo. Quem ganha são os visitantes do Taste, que irão se fartar com arroz de xinxim e novidades exclusivas como o suflado de camarão.

Organicamente Rango

Um dos projetos mais criativos e empolgantes de São Paulo, o Organicamente Rango faz parte das iniciativas da Agência Solano Trindade – devotada a promover negócios sociais e fomentar a economia solidária no Campo Limpo. Comandado pelo empreendedor Thiago Vinícius e por sua mãe, a chef Tia Nice, o Organicamente Rango serve refeições na região, usando essencialmente a produção orgânica de agricultores locais. Criando receitas simples e saborosas, que são pagas por quem pode, ou entregues gratuitamente para quem não pode, a Organicamente Rango também ajuda a capacitar os moradores do bairro a trabalhar com alimentos. Não por acaso, Thiago recebeu em 2022 na Espanha um dos prêmios do 50 Next – braço do 50 Best Restaurants, só que dedicado a reconhecer iniciativas de impacto social dentro da gastronomia. O restaurante participou do Taste há dois anos e agora retorna, com novos pratos da Tia Nice.

Tasca da Esquina

Fundada em Lisboa pelo consagrado chef Vitor Sobral, a Tasca da Esquina chegou a São Paulo pelas mãos do restaurateur Edrey Momo em 2012. Sobral, conhecido por pesquisar a tradição portuguesa, mas sempre com um olhar inovador, tornando os pratos mais leves e instigantes, manteve na Tasca paulistana o mesmo espírito de sua cozinha, com receitas que vão muito além dos clichês. Retornando ao Taste, depois da estreia em 2022, o restaurante vai demonstrar sua expertise com o bacalhau e com outras delícias que tornaram a Tasca a referência de cozinha portuguesa moderna na cidade – quem provar o arroz de pato, por exemplo, não vai se arrepender.