Pão Granjeiro - Taste Festivals Brasil

Pão Granjeiro

“Nasci no interior de São Paulo, sou de uma pequena cidade chamada Descalvado e fui criada em uma família onde a mesa sempre tinha deliciosos pratos feitos pela minha querida avó Miisa.

Desde pequena cozinhava. Minha alegria era fazer churros e coxinhas para compartilhar com as amigas nos momentos em que nos reuníamos em casa para estudar.

Aos 9 anos, incendiei a cozinha fazendo batata frita! Mas meu amor pela comida só cresceu e ainda com essa idade comecei a “trabalhar” em uma sorveteria e depois a vender lanches naturais na cidade. Nascia assim o meu desejo por ter meu próprio empreendimento. Até que entrei na universidade no curso de economia e ali descobri que este sonho estava associado com os alimentos. Desisti do curso, claro! Segui meu instinto e ingressei na faculdade de Nutrição.

A Economia me auxiliou posteriormente, quando trabalhei no setor
administrativo de vários restaurantes e quando investi na minha carreira como produtora cultural, minha atual profissão. Parece um pouco confuso não é? Alimentação, economia, cultura… Qual a relação de
tudo isso? Eu te digo que muita! Graças à economia pude me desenvolver profissionalmente e hoje acreditar e investir no meu novo projeto, associado ao que eu realmente gosto de fazer que é cozinhar!

Mas você pode me perguntar, e a Cultura, onde entra? É através dela que pude entender muitas coisas, inclusive que meu objetivo é contribuir com um mundo melhor, começando por incentivar e oferecer às pessoas um conceito de comida mais saudável, feita com dedicação e amor.

Esta é a missão da “Pão Granjeiro”, uma mini padaria artesanal que oferece uma grande variedade de pães de fermentação natural e outros produtos artesanais de empresas parceiras que também seguem a nossa filosofia. Todos os produtos da nossa padaria são feitos com alimentos selecionados, temperos especiais, muito carinho e sabor.

É isso! Tudo junto e misturado, mas sempre em frente, aproveitando cada
oportunidade e ensinamento que a vida me dá!”